Tipos de pés e pisadas
               Um dos fatores importantes a ser considerado na hora de adquirir um tênis de corrida é o tipo de pé e a maneira que pisamos. Pouca gente tem conhecimento sobre o seu próprio tipo de pé, menos ainda da sua pisada, mas isso pode influenciar se compramos um tênis errado, causando desconforto e até lesões.
               Cada estilo de corrida força uma parte específica do pé, pois exige um tipo de pisada, para que haja boa adaptação do corredor ele deve escolher um tênis com amortecedor instalado na área da pisada. É importante lembrar que os pés variam de largura e formato, e que existem tênis específicos, com formatos diferentes que podem atender a todos.

                  pisada.jpgExistem três tipos de pisadas, a normal, a supinada e pronada:
 
1) Pisada normal: consiste numa pisada que se inicia com o lado externo do calcanhar, logo depois ocorre uma ligeira rotação e a pisada termina apoiada no centro da planta do pé.
 
2) Pisada supinada: uma pisada que começa e termina apoiando-se na parte externa do pé, tem início com a parte externa do calcanhar e fim no dedo mindinho.
 
3) Pisada pronada: tipo de pisada que começa com a parte externa do calcanhar, mas sofre uma rotação e termina no dedão do pé.

               O tipo de pé influencia na maneira como se pisa, para descobrir como é seu pé, que tipo de arco ele tem, pode fazer um simples teste, pisar numa folha de papel descalço com a sola do pé molhada, a marca da sua pegada pode mostrar qual é o seu tipo de pé.
              Se você observar que a marca do seu pé mostra o calcanhar e a parte frontal ligadas por uma faixa larga, seu pé é normal e isso significa que o grau de pronação da sua pisada é leve. As categorias de tênis indicada para esse caso são o de estabilidade e amortecimento.
               A segunda possibilidade é, quando a pegada mostra o calcanhar e a parte frontal do pé totalmente ligados, pois o arco do pé é baixo, esse é o chamado pé chato. O grau de pronação é muito grande, o que facilita lesões. Para quem tem pé chato, as categorias de tênis recomendada é a de controle de movimento e de estabilidade.
              Por último existem os pés com arco elevado, o qual deixa uma marca em que a conexão entre o calcanhar e a parte frontal é muito estreita. A pronação nesse tipo de pé é muito pequena, insuficiente para que haja uma boa absorção de impacto. A melhor categoria de tênis para esse tipo é o de amortecimento, pois o solado curvo ajuda no movimento.
       




Site desenvolvido por KERDNA Produção Editorial LTDA